Segue um trecho de um texto muito interessante que recebi pelo twitter:

Não deve ser diferente em muitos outros mercados, mas falo pelo meu: a maioria das agências não se preocupa com qualidade de vida.

Não existe plano de carreira, não se investe em treinamento, o estagiário é sinônimo de mão de obra barata e o RH funciona apenas como assistente administrativo pra receber nota e entregar o tico refeição.

Uma das principais amostras dessa cultura é percebida quando alguém sai da empresa. O ex-funcionário é visto como um traidor que abandonou o time. A pessoa só vale pelo o que ela faz no dia de hoje, seu passado pela empresa pouco interessa. Algumas até tiram os nomes de ex-funcionário nas fichas de prêmios, mesmo que a participação deles tenha sido vital.

Clique aqui para ler todo o texto.

O interessante desse texto é que foi feito por uma pessoa da area da publicidade, porém se encaixa muito na área de TI (a que eu atuo) e acredito que em outras áreas também.

Boa leitura pessoal.