Esses dias no msn estava conversando com uma amiga,  e ao questiona-la se estava estava “>tudo bem ela me disse que quase haviam levado o carro dela. Bom depois do susto e de saber que nada de mais grava havia ocorrido, comecei com as perguntas que todos nos curiosos faríamos, aonde, como, quando e etc. Ela me contou a historia toda e disse que no final encontrou uma viatura de policia e que ao aborda-los lhe foi dito que por eles não serem da região que ela estava eles não poderiam fazer nada. Então perguntei o que ela tinha feito a respeito disso, e a resposta foi a mesma dos policiais, nada. Ai eu não pude evitar e comecei com todo meu discurso de que temos que correr atras dos nossos direitos e blá blá blá. Bom, depois dela encher o saco se convencer de que deveria mesmo fazer alguma coisa, ela o fez e mandou por e-mail o que aconteceu. E aqui repito na integra o e-mail que ela enviou.

Relato de uma inconformada….. mas bem intencionada!!!!!

Para quem me conhece não preciso de muitas apresentações, mas pode ser q este email seja enviado a quem não conhece, então……sou Fisioterapeuta, e trabalho em vários segmentos, um deles, atendimento domiciliar, esta semana passada, tomei um susto novo susto, sim isso mesmo , um novo susto, quase tive meu outro “>carro outro “>roubado! Outra vez, já que tive um outro roubado este mesmo ano, não foi encontrado!!!!!!!! Eu estava saindo do meu local de atendimento, quando percebo que bem colado ao meu carro, havia um outro automóvel estacionado, o mesmo estava com o capô aberto, e tinha duas pessoas na frente dele, uma mulher e um homem, por minha sorte na hora em que estou me aproximando do carro já para acionar meu alarme, vejo o possível meliante (vai que sou processada por acusar alguém), limpando o vidro de trás do meu carro (já que neste dia estava chovendo) e tentando ver o que tinha dentro, por um impulso meu – POR FAVOR NÃO FAÇAM ISSO, perguntei ao cidadão se ele havia perdido algo lá dentro, acredito que o mesmo se assustou com a minha atitude, e me disse que estava vendo uma coisa que estava quebrada no carro dele, e não satisfeita perguntei novamente, mas dentro do outro carro, quando percebi o que havia feito, voltei correndo para onde eu estava, e chamei o e rapaz que fica na recepção, para me acompanhar até o carro, neste momentos os possíveis meliantes, entraram no seu carro (ainda bem) e saíram correndo…. O mais revoltante estava por vir………………. neste momento acreditei ter dado muita sorte já que este exato momento vi um carro de policia passar na rua de baixo onde eu estava , não pensei duas vezes, entrei no meu carro e fui atrás dos policiais, para poder pedir ajuda, já q poderiam estar tentando fazer isso com outro carro.

Os policiais pararam, com cara de poucos amigos e que claramente não gostariam de estar ali naquele momento, contei minha historia a eles, assim que terminei, um deles me respondeu que ele não poderiam fazer nada, já que não eram daquela região – eu estava na Vila Matilde, que eles eram de Perdizes, e que estavam na área para realizar uma vistoria na viatura, que infelizmente não poderiam me ajudar, que eu deveria ligar no 190, e fazer o relato, fiquei inconformada, e disse que não adiantaria, já que o LADRÃO (cansei de fingir q eles são o que não são) já estaria muito longe. Agradeci a atenção dos excelentes profissionais da segurança pagos com o nosso rico e suado dinheirinho, afinal de contas parte daquilo que eu estava ganhando no atendimento que quase me deixou no maior prejuízo, vai para impostos,…….. Eu trabalho….. já eles….

Ok! Não liguei no 190, mas minha revolta não tinha passado, contei essa minha historia para um amigo, e ele tbm ficou revoltado e me perguntou se não tinha ligado na ouvidouria, ou sei la o que, para poder reclamar, disse q não, e ele me incentivou a ligar………

Pois é…. liguei GENTE, me parece que este serviço funciona, contei tudo para a atendente, infelizmente devido ao meu nervosismo, não consegui anotar a placa, nem do ladrão , muito menos dos policias, já que a mesma me disse que tivesse a placa da viatura, certamente eles seriam punidos, e teriam um processo aberto no nome, já que cada região tem seu local de vistoria bem próximo do seu batalhão, ou delegacia, e pra quem conhece São Paulo, sabe que fica bem longe Vila Matilde, de Perdizes. Ela acredita que estes policias estivessem fazendo ou serviços extras, ou coisas particulares no horário de trabalho, já que os mesmo encontravam-se fardados. Ela disse que este tipo de reclamação sem muitos dados, vai para uma pesquisa, de cada setor destes bairros citados, para que se tente melhorar o serviço de segurança no estado.

Ok, eu sei que sou uma formiguinha, mas acredito que se todos nós reclamássemos e buscássemos nossos direitos, algo poderia melhorar no nosso bairro, na cidade, no estado, no PAÍS….. (ela ta pegando o espirito dos blogueiros =) )


Temos que acreditar!!!

Thaís M.

Telefone da ouvidoria da Policia: 0800-177070